Semana Santa
de Braga
©Semana Santa Braga. Todos os direitos reservados.

Farricocos no centro da cidade


Um grupo de farricocos da Santa Casa da Misericórdia, com as suas ruidosas matracas, percorre diversas artérias da cidade, chamando os Irmãos da Misericórdia para a Procissão dessa noite.

 

- Iniciativa da Irmandade da Misericórdia de Braga -

 

 
História e significado

Na sua origem pagã, eram um grupo de mascarados que percorria as ruas, anunciando a passagem dos condenados e relatando os seus crimes. Já «cristianizados», em tempos antigos, conforme a mentalidade de então, percorriam as ruas chamando os pecadores públicos à sua reintegração na Igreja, depois de arrependidos e perdoados. Era a forma do tempo, de entender a misericórdia para com os pecadores, aos quais tinha sido aplicada a indulgência (ou «endoença»).

Atualmente, atribui-se-lhe um significado substitutivo e residual, de chamamento dos Irmãos da Misericórdia para a procissão da noite. O uso das ruidosas «matracas» para este efeito foi instituído em anos remotos para substituir o toque dos sinos, que nos dias maiores da Semana Santa ficavam silenciosos.