Festa de Nossa Senhora das Dores

8 de abril, sexta, 18h30  |  Basílica dos Congregados

 

O culto a Nossa Senhora das Dores detém na cidade de Braga uma importante tradição, já que foi partindo do convento dos padres oratorianos que esta devoção se propagou para muitas terras portuguesas.

 

A solenidade de Nossa Senhora das Dores da Basílica dos Congregados decorre na sexta-feira anterior ao Domingo de Ramos e no Sábado Santo, durante a Vigília Pascal. Apesar do seu dia litúrgico ter sido fixado a 15 de Setembro, o seu culto foi estabelecido inicial-mente na Sexta-Feira da Paixão (Semana V da Quaresma) e assim se manteve neste templo.

 

A Festa coincide propositadamente com a passagem do Lausperene Quaresmal pelo templo dos Congregados.

Vigília Pascal e Coroação da Imagem de Nossa Senhora das Dores

11 de abril, sábado Santo, 21h30  |  Sé Catedral

 

Prática integrada na secular devoção de Nossa Senhora das Dores nesta Basílica. Decorre na noite do Sábado Santo, mais propriamente no final da celebração da Vigília Pascal, momento em que a imagem de Nossa Senhora é coroada, sendo-lhe retiradas as sete espadas em alusão à alegria da ressurreição.

 

Organização: Irmandade de Nossa Senhora das Dores e de Santa Ana dos Congregados

Festa de Nossa Senhora das Dores

3 de abril, sexta, 18h30  |  Basílica dos Congregados

 

 

O culto a Nossa Senhora das Dores detém na cidade de Braga uma importante tradição, já que foi partindo do convento dos padres oratorianos que esta devoção se propagou para muitas terras portuguesas.

 

A solenidade de Nossa Senhora das Dores da Basílica dos Congregados decorre na sexta-feira anterior ao Domingo de Ramos e no Sábado Santo, durante a Vigília Pascal. Apesar do seu dia litúrgico ter sido fixado a 15 de Setembro, o seu culto foi estabelecido inicial-mente na Sexta-Feira da Paixão (Semana V da Quaresma) e assim se manteve neste templo.

 

A Festa coincide propositadamente com a passagem do Lausperene Quaresmal pelo templo dos Congregados.