Semana Santa de Braga apresenta candidatura a Património Imaterial da Humanidade

Celebrações decorrem entre 20 e 27 de março. Trazem à cidade dos arcebispos milhares de devotos e turistas, destacando-se os espanhóis. São rituais que provêm das peregrinações que, a partir do século IV, os cristãos faziam a Jerusalém. Mas será só a partir do século XVI, com a criação das irmandades da Misericórdia e de Santa Cruz, que se vão organizar as procissões da Semana Santa, presididas pelo arcebispo de Braga.

 

Figuras de destaque são a presença agitada dos “farricocos”, vestidos de roxo e preto, a clamarem pelos penitentes, de matracas na mão. A realização destes cortejos foi alterada ou mesmo suprimida conforme eram ou não favoráveis os ventos políticos. A Semana Santa de Braga mantém uma regular realização desde que foi apoiada, durante o Estado Novo, pelo Secretariado Nacional de Informação.

 

São seis as entidades que, desde 1980, integram a designada Comissão da Quaresma e Solenidades da Semana Santa.

 

Fazem parte desta organização o cabido da Sé Primacial, a Santa Casa da Misericórdia, a irmandade de Santa Cruz, a Câmara Municipal de Braga, a Entidade do Turismo Porto e Norte de Portugal e Associação Comercial de Braga. Constam desta semana as procissões dos Passos, da Senhora da Burrinha, do Ecce Homo e do Enterro do Senhor.

 

Milhares de turistas e devotos, nacionais e estrangeiros rumam, nesta semana, à cidade dos arcebispos podendo também usufruir da abundante gastronomia e doçaria numa cidade pejada de conventos. Por estes dias a Comissão das Solenidades da Semana Santa de Braga prepara a entrega à Unesco da candidatura destes rituais a Património Imaterial da Humanidade.

 

Cortesia: TSF

 

Ouvir reportagem completa: http://www.tsf.pt/sociedade/interior/semana-santa-de-braga-apresenta-candidatura-a-patrimonio-imaterial-da-humanidade-5066546.html

 

 

“Descimento da Cruz”, pelo Grupo Cultural e Recreativo Greculeme

Realiza-se amanhã, sexta-feira Santa, dia 25 de março de 2016, pelas 18.30h, no adro da igreja de Santa Cruz, Largo Carlos Amarante, em Braga, a encenação do “Descimento da Cruz”, pelo Grupo Cultural e Recreativo “Greculeme”, de Lemenhe, Braga.

 

Esta iniciativa é uma novidade em 2016, no âmbito da programação cultural da Semana Santa de Braga e é uma iniciativa da Comissão da Semana Santa de Braga com o importante apoio da Irmandade de Santa Cruz.

 

Sobre a encenação:

 

I Quadro » JESUS NO JARDIM DAS OLIVEIRAS
• Apresentação em PowerPoint
• Música de fundo (GRECULEME)
• Narração

 

II Quadro » JESUS É CONDUZIDO À PRESENÇA DE PILATOS

 

III Quadro » ENCONTRO DE JESUS COM AS MULHERES DE JERUSALEM

 

IV Quadro » ENCONTRO DE JESUS COM VERONICA

 

V Quadro » JESUS É AJUDADO POR CERINEU

 

VI Quadro » JESUS NO CALVÁRIO (Jesus despojado das suas vestes …, crucificação e morte)

 

 

Aberto o período de submissão de trabalhos da 8ª edição do Concurso de Fotografia

Eis chegada a fase de submissão de trabalhos. A adesão à fase de pré-inscrição foi espetacular – todas as 250 vagas disponíveis foram preenchidas! Esperamos poder contar com muitos dos que se inscreveram, senão mesmo com todos!

 

O formulário de submissão das fotografias a concurso está disponibilizado aqui. Tenha em atenção que os trabalhos estejam de acordo com o Regulamento – é da total responsabilidade do concorrente a conformidade com as regras do Concurso.

 

O prazo para submissão de trabalhos abriu já às 00:00h de hoje e prolonga-se até às 23h59 de 4 de abril de 2016.

 

Notas:
1) Só quem efectou a pré-inscrição pode agora submeter fotografias a concurso;
2) Tenha o cuidado de preencher os campos do formulário com dados iguais aos que submeteu na altura em que fez a pré-inscrição;
3) Todas as fotografias submetidas devem ter obrigatoriamente o formato JPEG, proporção de 20×30 cm e tamanho máximo de 12MB;
4) O nome do ficheiro de cada foto deve cumprir a seguinte regra: NumeroBI_01.jpg; Exemplo: 123456_01.jpg; 123456_02.jpg; 123456_03.jpg; 123456_04.jpg;
5) Todos os concorrentes receberão um email de confirmação de que os trabalhos podem ser aceites a concurso. Esta confirmação ocorrerá até 72h após a submissão dos trabalhos.

 

 

Igreja e CMB homenageiam ex-presidente da Semana Santa, cónego Jorge Peixoto Coutinho

A arquidiocese e a câmara prestaram homenagem ao cónego Jorge Coutinho que, ao longo de mais de duas décadas, presidiu à Comissão das Solenidades da Semana Santa de Braga e que morreu a 9 de novembro do ano passado. Por decisão do executivo municipal, foi atribuído ao troço da circular urbana que liga o nó com a EN103 e a estação dos caminhos de ferro o nome avenida Cónego Jorge Coutinho. Em plena Semana Santa, a autarquia quis, com esta homenagem, reconhecer o “grande contributo” que o Cónego Jorge Coutinho prestou à cidade, bem como todo o empenho e entrega à causa pública. “A atribuição do topónimo com o nome do cónego Jorge Coutinho a uma avenida da cidade representa o reconhecimento unânime da comunidade bracarense a uma figura insigne da história do concelho”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, durante a cerimónia de atribuição do topónimo, que decorreu na Sexta-feira Santa. Segundo o autarca, esta é uma homenagem “transversal dos bracarenses a quem tanto deu e que contribuiu para que a Semana Santa de Braga atingisse o patamar em que se encontra”, salientou, lembrando a forma cordial com que o cónego Jorge Coutinho se relacionava com os outros e a sua capacidade de envolver as instituições da cidade. D. Jorge Ortiga, arcebispo primaz, manifestou a sua “alegria pelo reconhecimento por parte da Câmara de Braga de um homem que dedicou grande a sua vida a servir os outros”.

 

[Fonte: http://www.cmjornal.xl.pt/]

 

 

PREMIADOS DA 8ª EDIÇÃO da Concurso de Fotografia “A Semana Santa de Braga”

Ocorreu na passada 6ª-feira, dia 15 de abril, pelas 21:30h, na loja FNAC do shopping Braga Parque, de Braga, o anúncio dos premiados e entrega de prémios nesta que foi a 8ª edição do Concurso de Fotografia subordinado ao tema “A Semana Santa de Braga”, iniciativa da Comissão da Semana Santa de Braga, com o apoio à divulgação da entidade regional de turismo do Porto e Norte de Portugal e da loja FNAC de Braga, como media partner o jornal “Diário do Minho”, e com o patrocínio da prestigiada marca Canon.

 

O júri atribuiu os principais prémios aos seguintes concorrentes:
1º prémio: Bruno Martins, 34 anos, de Braga
2º prémio: João Miguel Gomes Silva, 24 anos, de Braga
3º prémio: Luis Filipe Gomes Vilaça, 25 anos, de Braga
&nbsp

Também todas as 10 Menções Honrosas previstas no Regulamento foram atribuídas a:
Alexandre Ribeiro, 22 anos, de Braga
Bruno Gabriel Ferreira Silva, 28 anos, de Braga
Carlos Manuel Cunha Ferreira, 43 anos, de Braga
João Paulo Morais Caldas Moreira da Costa, 49 anos, de Braga
Jorge Manuel Rocha Pimenta, 47 anos, de Braga
José Carvalho, 24 anos, de Braga
José Rodrigo de Carvalho Faria Lima, 42 anos, de Braga
Luís Filipe Gomes Vilaça, 25 anos, de Braga
Silvino Jorge Rodrigues, 47 anos, de Braga
Tiago Araújo, 26 anos, de Braga

 

Clique aqui para ver as fotos premiadas.

 

Para quem não esteve presente na cerimónia, os vales de impressão de fotos FNAC, o vale de 10% de desconto Canon e os Certificados de Participação podem ser levantados na secção de fotografia da loja FNAC de Braga, mediante apresentação do BI ou Cartão de Cidadão.

 

Esta edição foi, sem dúvida, a maior e mais participada de sempre: 231 das 250 pré-inscrições foram preenchidas (um aumento de 14% relativamente à edição anterior) tendo submetido trabalhos a concurso 133 concorrentes, um aumento de 32% relativamente ao ano anterior.

 

Alguns dados estatísticos:
um total de 757 fotos a concurso
um total de 21 fotos premiadas
média de idades: 38 anos
mais novo: 18 anos
mais velho: 70 anos
participantes masculinos: 96 = 72% dos concorrentes
participantes femininos: 37 = 28% dos concorrentes

 

O júri foi composto pelas seguintes personalidades:
Presidente: Hugo Delgado
Representante da Comissão: José Alberto de Sousa Ribeiro
Representante da Canon: Domingos Araújo
Representante do Diário do Minho: Luis Carlos Fonseca
Sérgio Freitas, convidado

 

Todos os trabalhos serão alvo de exposição, esta no âmbito do programa cultural da Semana Santa de Braga de 2017.

 

 

IV Cortejo dos Guiões dos Passos do Concelho de Braga

É já hoje, sábado, que a Irmandade do Mártir São Vicente de Braga e respectiva Comunidade Paroquial levam a efeito o ‘III Cortejo de Guiões dos Passos do Concelho de Braga’, que conta com a participação das freguesias de Cabreiros, Celeirós, Crespos, Figueiredo, Real e da Irmandade de Santa Cruz de Braga.

 

Depois de terem estado expostos na Igreja paroquial de São Vicente, os Guiões seguem amanhã em Cortejo até à Sé Catedral onde ficarão em exposição até ao ‘Domingo de Pascoela’, dia 12 de abril. Com saída marcada para as 16h:00, o cortejo inicia-se no adro da Igreja de São Vicente, seguindo pela rua de São Vicente, Largo dos Penedos, rua dos Chãos, Largo de São Francisco, rua dos Capelistas, rua Justino Cruz, rua do Souto, rua do Cabido até à Sé Catedral.
Com esta iniciativa, a Irmandade do Mártir São Vicente pretende congregar e rematar na cidade, através deste Cortejo de Guiões, o ciclo de procissões de Passos, levado a efeito pelas paróquias do arciprestado/concelho de Braga, durante o período quaresmal, reunindo assim num só cortejo processional, todos os Guiões que abrem as Procissões dos Passos que se realizam no Concelho de Braga, bem como, divulgar e promover junto dos bracarenses (citadinos e não só), turistas e demais visitantes que, por ocasião da Semana Santa ocorrem a Braga, todo um vasto património – material e imaterial -, inerente a estas manifestações de fé e religiosidade.

 

Além dos Guiões (estandarte que abre as Procissões) e demais bandeiras alusivas à quadra, cada Irmandade/Paróquia faz-se também representar no Cortejo, com um quadro bíblico mais significativo das suas Procissões e dos respectivos agrupamentos escutistas com as suas fanfarras.

 

Os Passos e a simbologia das Três cruzes

 

Este ano, pela primeira vez, o ‘Cortejo de Guiões’ integra ainda um conjunto de três cruzes – no início, a meio e no fim -, que pretendem significar a Paixão a Morte e a Redenção de Cristo.

 

 

Suplemento Igreja Viva: “Dez Passos Para Viver a Semana Santa em Pleno”

A partir de informação gentilmente cedida pela Câmara Municipal, o suplemento Igreja Viva dedicou doze páginas à Semana Santa de Braga.

 

A época vivida de forma tão intensa pela cidade aparece retratada no suplemento através de informação diversificada sobre as principais celebrações e solenidades da Semana Santa. Por ser uma altura tão especial, o Igreja Viva acrescentou ainda “dez passos” que relembram a Paixão e Morte de Cristo e que podem ajudar quem lê a viver em pleno o mais importante evento do município.

 

Pode ler este número do Igreja Viva aqui!